SUBSCRIÇÃO

A fraude do poder e o dilema de ACJ

31 Aug. 2022 V E Editorial
A fraude do poder e o dilema de ACJ

Adalbero Costa Júnior tem à frente o maior desafio da sua carreira política. Pelo menos até ao momento. Ao presidente da Unita cabe a ingrata tarefa de determinar os limites do conflito eleitoral, mas ao mesmo tempo a extensão da possível crise pós-eleitoral. É Adalberto Costa Júnior que tem de decidir se leva a crise às últimas consequências ou se convence os militantes da Unita e a massa popular que o apoia a recuarem e aguardarem pelo próximo embate em 2027. Qualquer das decisões envolve custos de vária ordem ainda imprevisíveis. Sendo o Tribunal Constitucional uma espécie de comité de acção política (CAP) do MPLA, do contencioso eleitoral a Unita não pode esperar além de um chumbo. Independentemente dos argumentos de razão que receba, o Tribunal Constitucional vai responder à Unita da mesma forma que o faz agora a Comissão Nacional Eleitoral, outra espécie de CAP do MPLA.

Para ler o artigo completo no Jornal em PDF, faça já a sua assinatura, clicando em ‘Assine já’ no canto superior direito deste site.