SUBSCRIÇÃO
Construção da refinaria do Soyo

Aipex e Quanten Consortium assinam contrato

Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (Aipex), em representação do Governo, e a Quanten Consortium Angola, LLC assinam, nesta quarta-feira, 10, o contrato de investimento de 3,5 mil milhões de dólares para a construção e operacionalização da refinaria do Soyo, no Zaire.

Aipex e Quanten Consortium assinam contrato

A assinatura do contrato acontece três meses depois de o consórcio, formado pelas empresas norte-americanas TGT, Quanten, Aurum & Sharp, e a angolana Atis-Nebest, ter lançado a primeira pedra da refinaria, cuja conclusão está prevista para 2025. 

Com previsão de produzir 100 mil barris por dia, o empreendimento industrial contará com unidade de processamento, aprovisionamento de petróleo bruto, sistema de transportes e instalação de acessórios e cais com espaço de ancorar dois petroleiros com a capacidade de até 100 mil toneladas de petróleo bruto.

A Aipex entende que o projecto da refinaria está em conformidade com a nova política de investimento privado e responde aos objectivos identificados no Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) 2018-2022.

“O projecto de refinaria do Soyo é um projecto industrial de reconhecido interesse público para o desenvolvimento económico e social, sendo múltiplos os factores que determinaram a sua concepção e desenvolvimento, com destaque para a sua continuação em tornar o país auto-suficiente em derivados de petróleo e passar de importador de derivados para exportador”, refere a agência.

O projecto estima gerar 900 empregos directos, 70% dos quais para nacionais.