Anúncio de subscrição
ENTRE AS MAIORES EMPRESAS AMERICANAS

Coca-Cola tem a maior diferença salarial entre CEOs e funcionários

15 Dec. 2021 Valor Económico Gestão

 

 

Estudos recentes de diversas entidades mostram a disparidade abismal nos salários entre as lideranças das principais empresas norte-americanas e os respetivos colaboradores. 

 

Coca-Cola tem a maior diferença salarial   entre CEOs e funcionários
D.R

Esta semana, por exemplo, o site de empregos Lensa indica que os CEOs das 100 maiores empresas dos EUA ganham em média 1,28 mil milhões de dólares/ano. Isto depois de, há alguns meses, outro estudo ter estimado que os salários dos CEOs cresceu 1322% desde 1978 contra 18% do crescimento do salário geral. Em Junho foi a pesquisa da Equilar, realizada a pedido do The New York Times, a comprovar a situação, sublinhando que a diferença aumentou durante a pandemia. Segundo o referido estudo, das 200 empresas com os maiores salários, 68% tinham diferenças maiores entre a remuneração do líder e a do empregado no ano de 2020 do que antes da pandemia. Comprovou ainda que, em média, o salário dos CEOs aumentou 14,1% em 2020 em relação a 2019, enquanto o salário médio dos empregados aumentou 1,9%. A Coca-Cola lidera a lista das maiores diferenças com um ‘gap’ de 14.007%.