SUBSCRIÇÃO
MPLA PERDEU ELEIÇÕES, COM 48,2% DOS VOTOS, APONTA ADALBERTO COSTA JÚNIOR

Unita reclama vitória com 49,5% e garante que CNE lhe subtraiu mais de 347 mil votos

CONTAGEM. Enquanto Adalberto Costa Júnior apresentava os dados da contagem paralela dos votos, realizada pelo seu partido, Tribunal Constitucional tornava público o acórdão que nega provimento à providência cautelar da Unita que reclamou de violações da Comissão Nacional Eleitoral.

Unita reclama vitória com 49,5% e garante que CNE lhe subtraiu mais de 347 mil votos

A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) sonegou 347.436 votos da Unita em 16 círculos provinciais, tendo aumentado, entretanto, em 15 círculos provinciais, 185.825 votos ao MPLA, nas eleições de 24 de Agosto de 2022.

A acusação é do presidente da Unita, Adalberto Costa Júnior, que, em conferência de imprensa, realizada a 5 de Setembro, em Luanda, apresentou a contagem paralela das eleições, feita pelo seu partido, tendo afirmado que a Unita venceu as eleições com 49,5%, correspondentes a 3.104.222 de votos, e que o seu arquirrival, MPLA, ficou na segunda posição com 3.023.583 de votos, 48,2%.

Para ler o artigo completo no Jornal em PDF, faça já a sua assinatura, clicando em ‘Assine já’ no canto superior direito deste site.