Visando a protecção de informação

Huawei insta as empresas a mitigar os desafios de segurança de dados

Painel de webinar com especialistas sugeriram estabelecer implicações jurídicas, técnicas e comerciais das mudanças crescentes e aplicação mais rigorosa das leis de protecção de dados.

Huawei insta as empresas a mitigar os desafios de segurança de dados

A Huawei realizou esta terça-feira, 19, um webinar com um painel de especialistas para discutir as lições aprendidas sobre protecção de dados em 2020 e as tendências a serem observadas em 2021. No evento foram apresentadas as implicações jurídicas, técnicas e comerciais das mudanças crescentes e da aplicação mais rígida das leis de proteção de dados para empresas do setor de telecomunicações.

Durante o webinar os interlocutores citaram os perigos do aumento de litígios, o painel destacou como a cooperação, o foco na tecnologia e a transparência ajudariam as empresas a se prepararem para os desafios futuros. Entre os palestrantes estavam Felix Wittern, sócio de um escritório de advocacia multinacional, Fieldfisher; Ramses Gallego, Diretor Internacional de Tecnologia, Segurança Cibernética na empresa global de software e TI, Micro Focus e Joerg Thomas, que lidera o Escritório de Protecção de Dados da Huawei.

Areias movediças em 2020 e o significado para 2021

O ano de 2020 foi um desafiador para a protecção de dados - rastreamento de contacto digital covid-19 e vigilância geral de saúde adicionado a um cenário já complexo de direitos humanos e leis de privacidade. O julgamento Schrems II e um Brexit iminente colocaram em jogo algumas mudanças importantes que serão totalmente desvendadas em 2021. Somadas a isso foram as estratégias de soberania de dados dos governos, a aplicação mais rigorosa do Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR), para não mencionar o impacto de novas tecnologias, como 5G e inteligência artificial (AI).

Conselhos práticos para empresas

Resumindo uma lista de tarefas pendentes para empreendimentos, Joerg Thomas, Director do escritório de Proteção de Dados da Huawei acrescentou: “Podemos testemunhar um aumento em ações judiciais do tipo ação colectiva no espaço de dados pessoais em 2021-22, já que as partes agravadas veem o recurso judicial como uma maneira potencialmente mais rápida de obter reparação quando seus direitos de dados são violados”.

As empresas precisam ser transparentes sobre os locais de transferência de dados pessoais e os tipos de dados que estão sendo transferidos, e levar em consideração os requisitos legais da jurisdição de recebimento. Um retorno ao "básico" é essencial - registros de actividades de processamento (RoPa), avisos de privacidade e cookies devem ser sempre.

 

 

 

X