CNE
advogado rebate que argumentos “são infundados”

PGR afirma que não ouviu JES ‘‘porque não estava arrolado nos processos’’   

03 Aug. 2022 Valor Económico De Jure

JUSTIÇA. Ex-Presidente da República só veria realizado o desejo de colaborar nos processos-crimes, em que estão envolvidos seus ex-colaboradores, se o tribunal assim desejasse. Quem o diz é a Procuradoria Geral da República.

PGR afirma que não ouviu JES ‘‘porque não estava arrolado nos processos’’   

ex-Presidente da República, José Eduardo dos Santos, não foi chamado à Procuradoria Geral da República para prestar declarações nos processos-crime, que envolvem os seus antigos colaboradores do palácio presidencial, porque o seu nome não está arrolado a nenhum dos processos em causa.

A informação foi avançada pelo porta-voz da PGR, Álvaro João, em exclusivo ao Valor Económico. “Quem não está arrolado num processo não pode ser chamado para prestar declarações. Pelo que eu sei, não há nenhum processo em que ele [ex-Presidente] estivesse acusado”, afirma.

Para ler o artigo completo no Jornal em PDF, faça já a sua assinatura, clicando em ‘Assine já’ no canto superior direito deste site.