PUBLICIDADE

Twisco quer conquistar cada vez mais consumidores

Em 2021 novas marcas e novos produtos passaram a integrar a família de produtos da Promasidor Angola, no ano em que a empresa celebra 25 anos de existência no mercado nacional. Uma das novidades que a empresa lançou para o mercado foi o Twisco, um chocolate em pó solúvel que se adiciona ao leite, produzido localmente.

Twisco quer conquistar cada vez mais consumidores

Com um posicionamento premium em termos de qualidade do produto, a marca quer chegar a todos os consumidores, independentemente da sua condição financeira. 

A fórmula do Twisco foi fortificada com um pack de vitaminas, sobretudo vitaminas B, para conferir ao produto uma vantagem nutritiva. 

Estudos revelam que o consumo acentuado de açúcar ainda não ocupa o topo das preocupações da maioria dos consumidores angolanos, e há ainda o facto de muitas crianças não aceitarem tomar o leite simples. Por isso, um dos objectivos da Promasidor foi de criar um produto que adicionasse nutrição ao leite, apesar da presença do açúcar.

Outro grande objectivo da empresa é ganhar quota de mercado, porque acredita ter um produto melhor e com um preço mais justo, ao mesmo tempo que pretende fazer crescer a categoria, principalmente com a introdução de novos formatos.

Para a Promasidor é crucial oferecer novos formatos de embalagens, não habituais nos produtos desta categoria, para conquistar o mercado. Até à chegada do Twisco, os achocolatados existentes no mercado estavam disponíveis em frascos de plástico (PET). O primeiro formato lançado pela marca foi um pacote de 400 gramas, também chamado de recarga. Posteriormente a marca introduziu os frascos de plástico, e lançou também o pacotinho de dose individual. 

O pacote de 400 gramas e a saqueta de dose individual ajudam a recrutar novos consumidores para a categoria, enquanto que os frascos de plástico competem com as outras marcas existentes no mercado.

Apenas do produto ser produzido localmente em mais de 80%, ainda é necessário importar o cacau. Até ao momento não foi possível encontrar no mercado nacional um transformador de cacau que cumpra com as especificidades requeridas para a produção do Twisco. No entanto um dos grandes objectivos da Promasidor é conseguir que também o cacau seja fornecido localmente.

SOBRE O TWISCO 
A marca Twisco já existia em outros mercados onde o grupo está presente, nomeadamente na Argélia, e em 2020 a Promasidor Angola começou a estudar a oportunidade de introduzir no mercado angolano um achocolatado produzido localmente. Para isso, deram início a uma pesquisa de mercado para avaliar o potencial do produto junto dos consumidores, determinar o preço, identificar fornecedores locais para as embalagens e outras

A primeira fórmula do Twisco produzido em Angola começou a ser testada em Setembro de 2020. Em conjunto com a Marktest, a Promasidor efectou uma panóplia de testes cegos junto dos consumidores, onde pôs à prova o seu produto em relação a outros achocolatados presentes no mercado. E os resultados foram bastante positivos. Ainda assim, foram identificadas áreas de melhoria e a fórmula foi aprimorada tornando-se única, quando comparada com as fórmulas usadas pela Twisco noutros mercados. “Uma fórmula feita para o paladar angolano”.

X