Celso Malavoloneke

Celso Malavoloneke

Com o distanciamento social imposto pela pandemia da covid 19, as pessoas foram obrigadas e recorrer cada vez mais às telecomunicações. Quase tudo se faz à distância e por via das novas Tecnologias de Comunicação e Informação (TIC). Porém, numa altura em que a demanda aumenta, vemos, muitas vezes, a qualidade de serviço baixar. A tendência deve ser a inversa. Os provedores desses serviços devem agora apostar seriamente numa estratégia de retenção dos clientes que a pandemia lhes está a oferecer. E isso tem necessariamente de ser feito por via da excelência dos serviços prestados.

X