Sob gestão do grupo Zahara

Governo prevê alienar supermercados Nosso Super

O Governo prevê alienar, a médio prazo, as acções da cadeia de supermercados ‘Nosso Super’ que ainda se encontra sob gestão do grupo Zahara.

Governo prevê alienar supermercados Nosso Super

A venda das acções será feita por concurso público, garante uma fonte do Ministério do Comércio e Indústria ao Valor Económico. “Não é vocação do Igape (Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado) ou Mindcom (Ministério do Comércio e Indústria) operar esse tipo equipamentos (actividade ou gestão)”, justifica.

A cadeia Nosso Super integrou o Programa de Reestruturação do Sistema de Logística e de Distribuição de Produtos Essenciais à População (Presild), lançado em 2007, e que tinha como objectivo modernizar a rede comercial e criar novas oportunidades de negócios e de emprego. A rede tem 32 lojas espalhadas pelo país, mas nem todas estão abertas.

O contrato de gestão e exploração da rede Nosso Super pelo grupo Zahara entro em vigor em Janeiro de 2016. A parceria surgiu numa altura em que alguns órgãos de comunicação davam conta de situações de despedimentos por parte do Nosso Super e de falta de produtos nas prateleiras.

Em Março do ano passado, o Valor Económico noticiou que o Governo estava a renegociar o contrato de gestão dos supermercados Nosso Super, assinado no final de 2015 entre o grupo Nova Rede de Supermercados de Angola e o grupo Zahara. O Ministério do Comércio estava a avaliar os moldes do contrato de exploração que previa um tempo de isenção de pagamentos ao Estado até Janeiro de 2019. Na altura, Segundo o antigo ministro do Comércio, Jofre Van-Dúnem, os pagamentos já a efectivar-se.

 

X