Desemprego volta a subir e ultrapassa os 34%

81,1% da população trabalhadora tem empregos informais

Emprego. Taxa de desemprego voltou a subir no último trimestre. Angola tem mais de 10 milhões de pessoas a trabalhar, mas mais de oito milhões dependem da economia informal

81,1% da população trabalhadora tem empregos informais

O terceiro trimestre deste ano, mais de 81% da população empregada tinha empregos informais, revelam dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). 

Estes trabalhadores representam 8,6 milhões de pessoas empregadas. Deste número, 10% são homens e 90,0% mulheres.

De acordo com a Folha de Informação Rápida (FIR) do Inquérito ao Emprego em Angola (IEA), a população empregada está agora estimada em 10,6 milhões de pessoas. A maioria destes empregados informais trabalha por conta própria.

A análise dos dados demonstra que a taxa de emprego informal é maior na área rural do que na área urbana, representando 95,1% e 67,1% respectivamente. O grupo etário, entre os 15-24 anos, apresenta a taxa de informalidade mais alta com 94,3%.

A taxa de emprego informal no sector não-agrícola na população com 15 ou mais anos é de 60,9%. Comparativamente aos homens, as mulheres apresentam uma taxa significativamente superior de 78,2% contra 46,4%. O grupo etário, entre os 15-24 anos, apresenta a taxa mais alta com 79,7%.

 POPULAÇÃO EMPREGADA DIMINUI 

A população empregada diminuiu 0,6%, em 66.722 pessoas. O número de empregados está estimado em 10, 6 milhões. A taxa de emprego situou-se em 60,5%, diminuindo em 1,2 pontos percentuais, face ao trimestre anterior.

Os resultados do IEA, do terceiro trimestre de 2021, revelam um aumento de 3,1% na força de trabalho, 490.132 pessoas, estimada em 16, 1 milhões de pessoas disponíveis para o mercado de trabalho, representando uma taxa de actividade de 91,8%, um valor inferior em 1,6 pontos percentuais, face aos resultados do segundo trimestre de 2021. Mais de metade da população empregada, isto é, 54,2%, trabalha no sector primário, composto pelas áreas da agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca.

 A população desempregada está actualmente estimada em 5,5 milhões. Houve um aumento de 11,2%, ou seja, 556.854 pessoas, em relação ao segundo trimestre. Consequentemente, há uma subida da taxa de desemprego de 2,5 pontos percentuais, passando de 31,6% no segundo trimestre, para os 34,1%. 

X