Para 12%

BNA aumenta taxa de juro da Facilidade Permanente de Absorção de Liquidez

O Comité de Política Monetária do Banco Nacional de Angola (BNA) decidiu aumentar a taxa de juro da Facilidade Permanente de Absorção de Liquidez, instrumento usado para controlar os níveis de liquidez na economia, de 7% para 12%.

BNA aumenta taxa de juro da Facilidade Permanente de Absorção de Liquidez

A decisão foi divulgada após a reunião do Comité de Política Monetária (CPM) em que foram analisados os principais indicadores económicos, bem como os impactos macroeconómicos das medidas tomadas nas sessões anteriores, assim como os desenvolvimentos da pandemia de covid-19 e as suas implicações na conjuntura económica nacional e internacional.

Além de aumentar a taxa de juro da Facilidade Permanente de Absorção de Liquidez com maturidade de sete dias de 7% para 12%, o CPM decidiu manter a taxa básica de juro, Taxa BNA, em 15,5% e manter a taxa de juro da Facilidade Permanente de Cedência de Liquidez indexada à taxa de juro de mercado dos Bilhetes do Tesouro para 91 dias, acrescida de 0,5%.

A Facilidade Permanente de Cedência de Liquidez é a operação através da qual os operadores comerciais recorrem ao banco central para obter crédito para financiar as suas atividades.

O CPM também avaliou o cumprimento do aviso n.º10/2020, de 03 de abril, sobre o crédito ao sector real da economia, concluindo que até final de fevereiro de 2021, o setor bancário tinha concedido crédito no montante de 210,49 mil milhões de kwanzas (285 milhões de euros), correspondentes a 117,52% do valor mínimo estipulado pelo Banco Central.

Em termos de número de projectos com desembolsos realizados, verificou-se um cumprimento de 25,41%, acrescentou o BNA, que decidiu estender o prazo de vigência deste aviso de 03 de abril até ao final de 2021.

 

 

 

X