Prevê a consultora Fitch Solutions

Angola mantém juros nos 15,5%

19 Oct. 2020 Economia / Política

A consultora Fitch Solutions prevê que o Banco Nacional de Angola mantenha a taxa de juro de referência nos 15,5% até final do ano para controlar a inflação, que deverá ficar nos 21,9% este ano.

Angola mantém juros nos 15,5%

"Nós antevemos que o Banco Nacional de Angola mantenha a taxa de juro de referência nos 15,5% até final deste ano, num contexto em que tenta controlar as pressões inflacionistas num contexto de recessão da economia de Angola", lê-se numa nota de análise sobre a economia angolana.

Na nota, enviada aos investidores e a que a Lusa teve acesso, os analistas desta consultora detida pelos mesmos donos da agência de notação financeira Fitch Ratings escrevem que "a média da inflação deverá aumentar de 17,1%, em 2019, para 21,9% este ano, abrandando depois para 18% em 2021, refletindo parcialmente a erosão dos efeitos da entrada em vigor do IVA, em Outubro do ano passado".

Com a "ligeira recuperação" esperada para o próximo ano na produção interna de petróleo e nos preços do petróleo, a pressão sobre o kwanza vai diminuir, estimam os analistas, dando espaço para um corte de 50 pontos base na taxa de juro de referência durante o primeiro semestre de 2021.

Com o aumento da procura global de petróleo no próximo ano, as reservas em moeda externa vão aumentar e o ritmo da depreciação do kwanza vai abrandar, abrandando a pressão sobre a inflação, concluem os analistas.

Na semana passada, a ministra das Finanças afirmou que uma das razões para o elevado nível de dívida pública, que o Fundo Monetário Internacional prevê que ultrapasse os 120% do PIB este ano, é precisamente a desvalorização do kwanza nos últimos meses.

X