De 13 a 14 deste mês

Angola participa no Conselho Executivo Extraordinário da UA

12 Oct. 2020 Economia / Política

Angola participa, de 13 a 14 deste mês, na 37.ª Sessão Extraordinária do Conselho Executivo da União Africana (UA), evento em que os ministros das Relações Exteriores do continente estarão reunidos em formato virtual, face às restrições da pandemia da covid-19.

Angola participa no Conselho Executivo Extraordinário da UA

Com o tema ‘Silenciar as Armas: Criação de Condições Favoráveis para o Desenvolvimento de África’, o encontro sucede à 40.ª Sessão Ordinária do Comité de Representantes Permanentes (Corep) e será orientado pela ministra dos Negócios Estrangeiros da África do Sul, Grace Pandor, na qualidade de presidente em exercício do Conselho Executivo para este ano.

Em nota, a Representação Permanente de Angola junto da UA refere que cerimónia de abertura, que contará com as intervenções dos presidentes da Comissão da União Africana (CUA) e do Conselho Executivo, respectivamente Moussa Faki e Grace Pandor, dará lugar à análise dos Relatórios dos Sub-Comités do Conselho Executivo e Comités Ad-Hoc.

Destaque para o documento conjunto do Comité Ministerial da Escala de Contribuições e Avaliação e o Comité dos 15 Ministros Africanos das Finanças (F15), que reflecte a situação das contribuições estatutárias dos Estados-membros, a implementação da nova escala de avaliação para o período 2020-2022 e o regime de sanções.

Ao nível dos Sub-Comites do Conselho Executivo, Angola é segunda vice-presidente do Bureau do Comite Ministerial sobre Escala de Contribuições e Avaliação, sob presidência do Uganda. Outro relatório que vai suscitar especial atenção dos chefes das diplomacias é o relativo ao Comité Ministerial de Candidaturas Africanas para o Sistema Internacional.

Angola é terceiro vice-presidente do Bureau do Comité Ministerial sobre candidaturas, presidido pela Tunísia.

África aspira o cargo de director-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), um lugar de Juiz no Tribunal Internacional de Justiça e Juiz do Tribunal Penal Internacional (TPI) para o período 2021-2030.

X