Ao extinto BANC

BNA vai recuperar empréstimo

26 Oct. 2020 Mercado & Finanças

O empréstimo de cerca de 25 mil milhões de kwanzas que o Banco Nacional de Angola (BNA) concedeu, em anos anteriores, ao extinto Banco Angolano de Negócios e Comércio (BANC) deverá ser recuperado e devolvido.

BNA vai recuperar empréstimo

A administração da Massa Falida do Banco Angolano de Negócios e Comércio (BANC) diz-se comprometida para, no curto prazo, ser capaz de materializar tal missão e honrar, também, com as dívidas já identificadas com a Administração Geral Tributária (AGT), estimada em três mil milhões de kwanzas, e com o Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), cujo valor está por apurar.

De acordo com dados a que o Jornal de Angola teve acesso, até ao momento, os gestores do processo de falência já recuperaram créditos avaliados em 343,9 milhões de kwanzas, cerca de 10% do valor já identificado que se estimou em 3,84 mil milhões.

Ao que contabilizam, o BANC tem um crédito vencido de 10,26 mil milhões de kwanzas e concedeu aos clientes um valor de 44,89 mil milhões.

Quanto às obrigações para com os ex-trabalhadores, a administração assume vontade de honrar com tais compromissos, mas lembra que, à luz da actual Lei geral do Trabalho, as indemnizações (compensação) por força da extinção do posto de trabalho calcula-se em 50% do salário base vezes o número de anos de serviço.

No calendário de eventos dos gestores judiciais do BANC, está em vista a colocação à venda do edifício sede, localizado em Talatona, em Luanda, sendo que uma empresa imobiliária avalia o custo real do património, para o posterior leilão em bolsa.

X