Porto do Lobito

Cinco empresas com interesses na gestão do Corredor do Lobito

19 Oct. 2021 Empresas & Negócios

Pelo menos cinco empresas concorrem à gestão e manutenção das infraestruturas do Corredor do Lobito, indica um comunicado do Porto do Lobito.

Cinco empresas com interesses na gestão do Corredor do Lobito

A nota refere que entre as empresas concorrentes destacam-se a Mota-Engil, as chinesas CITIC e CR20, a suíça Trafigura  e a DP World, do Dubai, que conquistou a concessão do Porto de Luanda para os próximos 20 anos.

Os representantes das empresas visitaram as oficinas gerais do Caminho de Ferro de Benguela (CFB) e o local onde vai ser instalado o Terminal de Trânsito de Mercadorias, no Compão, iniciando uma série de visitas técnicas a fim de constatar o estado actual e operacionalidade das infraestruturas.

Os cinco concorrentes deslocaram-se também ao Terminal Mineraleiro do Porto do Lobito, também integrado no concurso internacional de concessão.

A delegação, que integra representantes do CFB e da Empresa Portuária do Lobito, seguiu depois num comboio especial para o Luau para visitar as principais infraestruturas localizadas ao Longo da Linha férrea, passando pelas províncias do Huambo, Bié e pela cidade do Luena.

O concurso internacional para a concessão, gestão partilhada, manutenção das infra-estruturas ferroviárias, serviços de transporte de mercadorias e de logística de suporte do Corredor do Lobito foi lançado no dia 8 de Setembro e o prazo de submissão de propostas decorre até 7 de Dezembro.

 

X