Actualização do estado de calamidade

Comércio de bens e serviços com mais duas horas para funcionar

O Governo aligeirou, nesta quarta-feira, algumas medidas de prevenção e combate à Covid-19, na actualização do Estado de Calamidade, entre elas, a alteração do horário de comércio, mas mantém a cerca sanitária a Luanda.

Comércio de bens e serviços com mais duas horas para funcionar

As novas medidas vão vigorar durante 30 dias. O comércio de bens e serviços para Luanda pode funcionar das 7h às 20h, contrariamente às 18h do antigo decreto.

A presença da força de trabalho nestes estabelecimentos pode chegar até aos 75%. Os restaurantes e similares vão voltar a funcionar, todos os dias, das 6h às 22h, em todo o país. Está proibida a criação de pistas de dança nestes espaços.

A força de nos serviços públicos e privados passa a estar uniformizada pelo país. Já se pode trabalhar com 75% da força de trabalho.  

Os cinemas em Luanda vão reabrir e poderão funcionar até às 22h.

Luanda continua sob cerca sanitária. Na capital, as restrições incluem a proibição da saída e entrada sem autorização, com a excepção para quem esteja em missão de serviço, devidamente credenciado, comerciantes com bens e serviços, transporte de doentes ou transladação de cadáveres.

Praias e piscinas continuam interditadas. As medidas foram anunciadas pelo ministro de Estado e Chefe da casa civil, Adão de Almeida

 

.

 

 

X