Girabola Zap
Banco BAI
NO MERCADO DO 30

Comércio suspende matadouros informais

03 Mar. 2020 (In) Formalizando
Comércio suspende matadouros informais

A Inspecção-Geral do Comércio encerrou, no dia 28 de Março, 10 matadouros informais que operavam no ‘Mercado do 30’, em Luanda, por alegada falta de condições higiénicas e sanitárias.

Os inspectores justificam a suspensão das actividades desses matadouros por “incumprimentos dos requisitos mínimos de higiene para o abate de animais, como a ausência de casas de banho, água corrente, energia eléctrica, bem como de material de biossegurança”.

António Inácio, inspector-adjunto, sublinha que até o modo como eram transportados os animais da área de criação aos “matadouros improvisados” coloca em perigo a saúde dos consumidores.

Também presente no acto de inspecção e fiscalização ao mercado do 30, João Lucas, chefe de secção do departamento sanitária da Inspecção-Geral da Saúde, recorda que os estabelecimentos agora encerrados já receberam visitas e recomendações, em ocasiões anteriores, mas que não acataram.

Para o responsável da Saúde, o não cumprimento dos “princípios básicos tem acarretado” o surgimento de muitas doenças virais e bacterianas, com destaque para a leptospirose e as diarreias agudas. No entanto, os proprietários dos matadouros justificam o não cumprimento das normas com a ausência de financiamento bancário para a construção das casas de banho, a instalação de luz eléctrica entre outros.

                                            

X