Anúncio de subscrição
OS NÚMEROS DO DIA DOS NAMORADOS

Como o mundo se preparou para o São Valentim

16 Feb. 2022 V E Gestão

Comemoração. Vinhos, flores, chocolates e jantares românticos estiveram entre as grandes preferências e planos para o dia de São Valentim, comemorado esta segunda-feira, 14, segundo uma pesquisa de uma das maiores empresas de inteligência de mercados.

Como o mundo se preparou para o São Valentim
D.R

Estudo da IPSOS (terceira maior empresa de pesquisa e de inteligência de mercado do mundo), concluiu, na véspera do Dia dos Namorados, que mais da metade dos adultos, consultados em 28 países, tinha preparado algo para comemorar a data. Os Estados Unidos são o país com a maior taxa, 75% dos adultos, seguindo-se a África do Sul (74%), único africano consultado. Na terceira posição aparece o Peru, com 69% dos adultos auscultados. 

A Holanda, a Coreia do Sul e a Alemanha apareciam na cauda com 32%, 33% e 34%, respectivamente.

Em relação à forma de comemorar, 41% dos adultos consultados programaram um jantar romântico em casa, 35% uma noite romântica em restaurante, cinema, teatro ou outro tipo de evento) e 33% para a amor. A África do Sul lidera a lista dos países onde os inquiridos tencionavam comemorar a fazer amor com (54%), seguindo-se a Argentina (46%), México (45%), Colômbia e Estados Unidos (ambos com 43%), Brasil (42%) e França (40%).

Por sua vez, os adultos mais jovens são os que mais programaram festejar em momentos íntimos, 41% dos menores de 35 anos versus 24% e 29%, das pessoas entre 50 e 74 anos. Os homens lideraram a lista das intenções com 36% versus 30% das mulheres

Por sua vez, a Rússia liderou o estudo de onde tencionavam comemorar com um jantar romântico em casa com 55%, seguindo-se o Canadá com 54%.

Os pesquisadores acreditam que as baixas temperaturas concorrem para a referida opção.

Entre os países onde os casais são mais propensos a sair para comemorar, o Peru e a Colômbia (ambos 47%) destacaram-se. Depois surgem Argentina e a África do Sul, ambos 45% dos consultados. A temperatura também foi apontada como influenciadora. “Estão todos no hemisfério sul, onde o Dia dos Namorados cai no meio do verão”, lê-se no estudo.

CHOCOLATE LIDERA ENTRE OS PRESENTES 

Os chocolate e/ou doces lideram a lista de presentes mais cobiçados, seguindo-se as flores com 34% e 28%. Depois surgem os perfumes (20%), vinho e licor (16%), acessórios de moda ou bijuterias (16%) e lingerie ou acessórios eróticos (11%).

Em termos geográficos, a Índia aparece na liderança de onde as flores lideram entre os presentes, seguindo-se a Suécia (38%), Holanda e Turquia (ambos 37%) e China (34%), enquanto perfume é a principal opção na Arábia Saudita (32%), Índia (29%), África do Sul (28%) e no Brasil (27%).

Os homens lideram a lista dos que mais oferecem todos os itens comparativamente às mulheres: flores (42% versus 15%), perfumes (22% versus 17%) doces (34% versus 33%). O empate (17% versus 17%) surge na opção de enviar mensagens de texto ou mensagens especiais.

Entre os que não comemoraram o dia, grande parte dos inquiridos (47%) considera tratar-se de um evento muito comercial ou de marketing, enquanto 37% apresentam razões culturais.