Decisão do Presidente da República

Concurso público urgente para limpar Luanda

O Presidente da República aprovou a abertura de um procedimento de contratação emergencial para evitar os focos de lixo espalhados por Luanda.

Concurso público urgente para limpar Luanda

João Lourenço autorizou uma despesa de 34,8 mil milhões de kwanzas para aquisição de serviços de limpeza e recolha de resíduos sólidos em Luanda. Esta contratação vai ser dividida por lotes, como descreve um despacho presidencial, ao qual o VALOR teve acesso.

Todos os lotes são destinados à prestação de serviços de limpeza pública e recolha de lixo. O primeiro destina-se ao município de Luanda. O segundo  para Icolo Bengo, segue-se, nos restantes lotes, Quiçama, Cacuaco, Cazenga, Viana, Belas, Kilamba Kiaxi e o último para Talatona.

A governadora de Luanda, Joana Lina, foi autorizada a aprovar as peças para o concurso e a criar uma comissão de avaliação do concurso.

Ainda hoje, João Lourenço autorizou um crédito adicional suplementar de 27,9 mil milhões de kwanzas para limpar luanda.

O valor vai servir “para suportar as despesas relacionadas com a concessão de serviços de limpeza pública e recolha de resíduos sólidos”, de Luanda. 

X