COM PREÇOS 50% ABAIXO DA MÉDIA DO MERCADO

Cooperativa prevê construir mil casas nos 163 municípios

16 Feb. 2021 (In) Formalizando
Cooperativa prevê construir mil casas nos 163 municípios

A Cooperativa ‘Minha Casa – Minha Pátria’ tenciona construir, este ano, numa parceria com duas imobiliárias e administrações municipais, perto de 1.600 casas em Luanda, concretamente nos municípios de Viana, Belas, Cacuaco e Icolo e Bengo. Para este ano, a empresa prevê investir cerca de  200 milhões de kwanzas só em Luanda.

O responsável da cooperativa, João dos Santos, afiança que a meta é construir anualmente, nos 163 municípios do país, mil casas das tipologias T1, T2 e T3 evolutivas e concluídas. O foco do projecto é colmatar a “dificuldade gigantesca” das populações, principalmente dos jovens, no acesso à casa própria, por isso estima-se que as habitações venham a ser comercializadas 50% abaixo dos preços do mercado. “Os preços vão de 2 a 20 milhões de kwanzas. No início do contrato, o beneficiário pagará 20% à empresa responsável pelo processo de venda e o remanescente deverá ser pago em até oito anos, isto em pagamentos mensais”, explica.

João dos Santos justifica os preços com o facto de não depender de materiais de construção importados. E promete entregar as primeiras residências nos meados do segundo semestre deste ano. “Todas as residências não terão acabamento cerâmico, como mosaico, azulejo e tecto falso. O beneficiário poderá fazer o melhoramento de acordo com as possibilidades financeiras, mas as residências serão entregues prontas a serem habitadas”, assegura.

Além de Luanda, o projecto deve arrancar no Bengo, Kwanza-Sul, Benguela, Huambo, Huíla e Cunene.

X