CNE
Arcebispo sul-africano e Nobel da Paz

Desmond Tutu morre aos 90

26 Dec. 2021 Mundo

Desmond Tutu, arcebispo emérito sul-africano e vencedor do Prémio Nobel da Paz de 1984 pelo seu activismo contra o regime de segregação racista do Apartheid, morreu hoje aos 90 anos, anunciou o Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa.

Desmond Tutu morre aos 90

Num comunicado emitido, o Presidente confirma o falecimento e enviou as condolências à família.

"A morte do arcebispo emérito Desmond Tutu é um novo capítulo de luto na despedida da nossa nação a uma geração de sul-africanos excepcionais que nos legaram uma África do sul liberta", acrescentou o presidente.

Tutu foi uma das principais vozes contra o anterior regime de segregação racial da África do Sul, em defesa dos direitos e liberdades da maioria negra no país.

Nos últimos anos, o líder histórico religioso tem defendido os direitos LGBT, o combate à corrupção pública, justiça, igualdade e reconciliação na África do Sul pós-apartheid.

Desmond Mpilo Tutu recebeu o Prémio Nobel da Paz, em 1984, aos 53 anos, "pelo seu papel como líder unificador na campanha não violenta para resolver o problema do apartheid na África do Sul", segundo o Instituto Norueguês do Nobel.

Foi ordenado sacerdote em 1961 após estudar no St. Peter's Theological College, em Rosettenville, o popular bairro de portugueses no sul de Joanesburgo.

                                                                                                                    Lusa