Girabola Zap
Banco BAI
De acordo com a Bloomberg

Estatal chinesa pretende adquirir 30% do grupo Mota-Engil

19 Dec. 2019 Empresas & Negócios

China Communications Construction Co (CCCC) pretende comprar uma posição minoritária de 30% no capital social do grupo português de construção civil Mota-Engil, a fim de expandir a sua presença internacional, informou a agência financeira Bloomberg.

Estatal chinesa pretende adquirir 30% do grupo Mota-Engil

A agência acrescentou que a CCCC já iniciou conversações para concretizar a aquisição, não sendo ainda certo que avance com uma oferta formal, que a preços de mercado representaria cerca de 130 milhões de euros, atendendo à capitalização bolsista do grupo português de 429 milhões de euros.

A notícia da Bloomberg não refere a quem a estatal chinesa poderia comprar a participação pretendida na Mota-Engil, grupo que é controlado pela família Mota, através da F.M. – Sociedade de Controlo, que em Setembro de 2017 reforçou a sua posição na Mota-Engil SGPS, passando a deter 64,67% do capital social da empresa.

Os restantes 35% estão disponíveis em bolsa, sendo que existem duas participações qualificadas: a Mutima Capital com 3,18% e o Norges Banks com 2,65%.

A CCCC, apesar de ter capitais públicos chineses, está cotada na bolsa de Hong Kong, operando nas mais diversas áreas do sector da construção, como estradas, portos e dragagens.

A empresa chinesa tem um valor de mercado de 146,8 mil milhões de dólares de Hong Kong (16,9 mil milhões de euros) e este ano acumula uma desvalorização em bolsa de 15,4%.