CNE
primeira vez desde finais de 2002

Euro acelera queda e aproxima-se da paridade face ao dólar

08 Jul. 2022 Mundo

A queda do euro acelerou hoje, com a moeda a cair abaixo de 1,01 dólares pela primeira vez desde finais de 2002, afectada pelas preocupações sobre a economia do velho continente.

Euro acelera queda e aproxima-se da paridade face ao dólar

"O gás natural levará o euro abaixo da paridade, independentemente da reação do Banco Central Europeu (BCE)", disse Derek Halpenny, analista do MUFG.

Impulsionados pela perturbação das exportações russas, os preços do gás atingiram na quinta-feira o nível mais alto na Europa desde Março e da invasão da Ucrânia.

A perspectiva de uma escassez de gás na zona euro está a afastar os investidores da moeda única.

E tendo em conta o choque na actividade económica que isto representaria, o BCE está relutante de momento em aumentar as taxas demasiado depressa, apesar da inflação.

Isto é tanto mais assim quanto "a divergência das taxas de empréstimo na zona euro" está a pressionar a instituição monetária a ser cautelosa, concorda Matthew Ryan, um analista da Ebury.

"É provável que o euro se mantenha próximo da paridade até que o BCE mencione uma medida de choque, tal como uma subida de 0,50 pontos percentuais, na próxima reunião, disse Ipek Ozkardeskaya, um analista da SwissQuote.

Mais tarde na sessão, os investidores tomarão nota do relatório mensal de empregos dos EUA.

"Seria necessário um relatório realmente decepcionante para alterar as perspectivas a curto prazo das taxas americanas, pelo que é pouco provável que o dólar tenha uma reacção exagerada" para o lançamento, disse Halpenny.

                                                                                                                                    Lusa