AINDA SOBRE OS ENGANOS DOAINDA SOBRE OS ENGANOS DO DISCURSO SOBRE O ‘ESTADO DA NAÇÃO’DISCURSO SOBRE O ‘ESTADO DA NAÇÃO’

JLo atribui mais 6,1 mil milhões USD às RIL

28 Oct. 2020 Mercado & Finanças

ESTATÍSTICAS. Economistas consideram difícil entender lapso do Presidente da República que, ao invés de 9,3 mil milhões de dólares, disse que as Reservas Internacionais Líquidas são 15,4 mil milhões de dólares.

 

JLo atribui mais 6,1 mil milhões USD às RIL

No discurso sobre o ‘estado da Nação’, João Lourenço citou o valor correspondente às Reservas Internacionais Brutas (RIB), 15,4 mil milhões de dólares, como sendo das Reservas Internacionais Líquidas (RIL), atribuindo a estas mais 6,1 mil milhões de dólares, face aos números registadas pelo Banco Nacional de Angola (BNA).

“Em relação ao mercado cambial, a introdução de um regime de taxa de câmbio mais flexível permitiu ajustar o valor da moeda nacional às condições do mercado e manter as Reservas Internacionais Líquidas do país em níveis adequados. Em fins do passado mês de Setembro, essas reservas situavam-se em 15,4 mil milhões de dólares, correspondendo a 11 meses e meio de importação de bens e serviços, a mais alta taxa de cobertura de importações”, salientou João Lourenço.

De acordo com o BNA, entretanto, a 30 de Setembro de 2020, o período referido pelo Presidente da República, as RIL situavam-se em cerca de 9,3 mil milhões de dólares. Comparativamente a 30 de Setembro de 2019, registou-se um recuo de cerca de 8% face aos 10,1 mil milhões de dólares.

Tratando-se, claramente, de um lapso, a dúvida é se foi o Presidente da República enganado, se se tratou de um lapso técnico e ou de conveniência política, como referem alguns observadores. “Fica difícil responder, terá de ser mesmo o BNA a responder o que é que se passou”, respondeu a empresária Filomena Oliveira, enquanto o economista e antigo administrador do BNA, Leão Peres, prefere acreditar que se tratou apenas de um “lapso”.

Por sua vez, o economista Domingos Fortes também fala em lapso, mas alerta que, em política, os lapsos convêm a determinados momentos. “Como julgar este engano. Enganou-se, foi enganado? Este é que é o problema, é um pouco difícil. Sabe como é que são as coisas em política, nem sempre dois mais dois são quatro. Tudo depende do impacto, dos objectivos, do momento. Agora o Presidente também pode ter sido induzido em erro”, argumenta o economista.

Entre o primeiro dia do ano e 23 de Outubro (última actualização do BNA), as Reservas Internacionais Líquidas recuaram cerca de 18% ao passarem de 11,3 para 9,3 mil milhões de dólares.

X