Anúncio de subscrição
PARA EXPLORAÇÃO DE MADEIRA 

Mais de 30 empresas aguardam por licença 

A abertura do próximo ano florestal está prevista para o mês de Maio, e 36 empresas, no Moxico, concorrem para a obtenção de licenças para a exploração de 19 mil metros cúbicos de áreas de madeira. 

 

Mais de 30 empresas aguardam por licença 

O chefe de departamento do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF), na província, Paulo Muacazanga, adiantou à ANGOP que o anúncio das empresas vencedoras será feito por uma equipa técnica do Ministério da Agricultura e Pescas e está para breve.

Para o concurso, as empresas do sector devem constituir representações a nível local, “para o melhor acompanhamento do processo de cumprimento das obrigações fiscais, bem como a promoção da empregabilidade e inscrições dos trabalhadores na segurança social”. 

O responsável informou ainda que o Estado espera arrecadar 150 milhões de kwanzas com o processo de venda de 1.256 metros cúbicos de madeira apreendida no Moxico, explorada ilegalmente no último ano florestal. Desincentiva, por isso, a exploração ilegal da madeira, sendo uma prática passível de responsabilização criminal, além de ser um crime contra o ambiente. No ano florestal transacto, estavam apuradas 27 empresas do ramo, que exploraram cinco mil dos 19 mil metros cúbicos de áreas disponibilizadas.