APP VE
Para o triénio 2020-2022

ONU apresenta novo plano de parceria com Angola

Mais de 261 milhões de dólares é o orçamento total que o Sistema das Nações Unidas pretende investir no novo Quadro de Parceria entre a Organização das Nações Unidas e Angola (UNDAF) para o triénio 2020-2022, apresentado, em Luanda, e que começa a ser implementado a 1 de Janeiro do próximo ano. O plano será monitorado pelo Ministério da Economia e Planeamento.

Cooperação para DesenvolvimentoSustentavél 2020 2022 ONU Angola 9

 

O documento está dividido em quatro áreas fundamentais, entre as quais, a transformação económica e social, os adolescentes, jovens e empoderamento da mulher, o meio ambiente e resiliência da população vulnerável e a democracia e estabilidade. As áreas do meio ambiente e resiliência da população vulnerável e a da transformação social e económica serão as que mais dinheiros receberão, sendo 87 milhões de dólares e 85 milhões de dólares respectivamente.

De acordo com o coordenador residente das Nações Unidas em Angola, Paollo Balladelli, pretende-se com o novo plano criar uma sinergia entre a parceria da Organização das Nações Unidas (ONU), o Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) 2018-2022 e a Agenda 2030 dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável.

Em relação ao Quadro de Parceria 2015-2019, cujo prazo termina em Dezembro, o balanço é positivo, reconhecendo que se registaram progressos a nível social como na saúde e educação. Paollo Balladelli adverte que ainda há muito por fazer. “A avaliação é boa mas também reconhecemos que temos muito o que fazer para que a população possa chegar ao desenvolvimento do sector na Agenda 2030”.

O Quadro de Cooperação entre o Governo de Angola e as Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável é o instrumento principal para o planeamento e implementação das actividades de desenvolvimento das Nações Unidas a nível nacional, em apoio à execução da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Fundamentado no empoderamento nacional, o UNDAF está ancorado nas prioridades nacionais de desenvolvimento estabelecidas no Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022, na Agenda 2030 e nos princípios da Carta da ONU.

O Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022 constitui o segundo exercício de planeamento de médio prazo realizado no âmbito do Sistema Nacional de Planeamento em vigor, na sequência do Plano Nacional de Desenvolvimento 2013-2017, e visa a promoção do desenvolvimento socioeconómico e territorial do país.

O UNDAF também se enquadra na Agenda 2063 da União Africana que significa o marco estratégico para a transformação socioeconómica do continente nos próximos 50 anos.

ONU apresenta novo plano de parceria com Angola