APP VE
Em conferência de imprensa

Papa admite corrupção na gestão económica do Vaticano

27 Nov. 2019 Mundo

O papa Francisco reconheceu esta terça-feira a existência de corrupção na gestão das finanças da Santa Sé em relação aos donativos para o Óbolo de São Pedro, agora denunciada directamente pelo Vaticano.

Papa admite corrupção na gestão económica do Vaticano

Numa conferência de imprensa realizada durante o voo de regresso do périplo iniciado na Tailândia e que ontem terminou no Japão, Francisco respondeu a uma pergunta sobre o recente escândalo da compra de um imóvel em Londres, Inglaterra, no valor de 150 milhões de euros, negócio pelo qual estão a ser investigados cinco funcionários de altas instituições da Santa Sé.

Antes de algumas acusações de querer “fazer dinheiro” com o Óbolo de São Pedro, destinado à recolha de doações para a manutenção da Igreja Católica e para ajudar no auxílio aos mais necessitados, o papa defendeu a necessidade de fazer investimentos.

Francisco explicou que uma boa administração é procurar um bom investimento “em que o capital não perca valor e seja moral”.

“Pode-se comprar um imóvel, alugá-lo, vendê-lo. Mas com certeza, para o bem do povo do Óbolo”, acrescentou.

Reconheceu, no entanto, que foi “um escândalo” o que se descobriu e que “foram feitas coisas que não parecem limpas”, mas valorizou que a denúncia tenha sido feita pelo próprio Vaticano.