NOS PRIMEIROS TRÊS TRIMESTRES DE 2020

Petróleo garante 99% do investimento directo

19 Jan. 2021 Economia / Política
Petróleo garante 99% do investimento directo

 A carteira de investimento directo em Angola registou entrada de 4.444,3 milhões de dólares, entre Janeiro e Setembro de 2020, período em que se registou a saída de 5.449,8 milhões de dólares, resultando em um saldo negativo de 1.005,5 milhões de dólares.

De acordo com dados preliminares do Banco Nacional de Angola, o sector petrolífero é responsável por grande parte das entradas com cerca de 4.354,5 milhões de dólares ou 97% do total. E foi o responsável pela exportação de 100% do capital resultante do investimento directo no país. Assim, o sector petrolífero garantiu mais de 99% da carteira do investimento directo em Angola entre Janeiro e Setembro de 2020.

Em termos comparativos, os números indicam que se vai registar uma redução considerável face a 2019. Ao longo dos doze meses do ano passado, o investimento directo estrageiro permitiu a entrada no país de 8.093,7 milhões de dólares e a exportação de 12.192,2 milhões de dólares, resultando em um saldo de 4.098,5 milhões de dólares. O sector petrolífero também foi o principal responsável do saldo do investimento directo em Angola, garantindo pouco mais de 92% das entradas e 100% do valor repatriado.

Ao longo dos três anos de governação de João Lourenço (2018-2020), marcados pela aposta na atracção do investimento estrangeiro directo, entraram no país cerca de 20.073,7 milhões de dólares, uma redução de cerca de 40% face aos 33.446,8 milhões dos três anos anteriores que os investidores trouxeram entre 2015 e 2017. 

Investimento no estrangeiro sem retorno

Por outro lado, os dados dão conta de que, ao longo dos nove meses de 2020, o investimento de angolanos no estrangeiro não proporcionaram qualquer retorno, pelo contrário permitiu a exportação de 18,6 milhões de dólares para investimentos no sector não petrolífero.

X