APP VE
FACTURAÇÃO DE 1,8 MILHÕES KZ

Receitas do‘Restaurante Week’ quedam 10%

A edição 2019, no caso a sexta, do ‘Restaurante Week’ arrecadou cerca de 1,8 milhões de kwanzas, menos 10% face aos dois milhões de receitas de 2018.  

Receitas do‘Restaurante Week’ quedam 10%

Para a organização do evento, a queda na facturação deveu-se à redução dos restaurantes participantes, que passaram de 30, no ano passado, para 12 em 2019. Esse recuo, por sua vez, é explicado pela  inflação que não permite a  que muitos restaurantes pratiquem os preços exigidos pela organização.

O ‘Restaurant Week’ é um evento organizado pela LNL, em que os restaurantes subscritores são obrigados a praticar o mesmo preço pela refeição durante três dias numa determinada semana. O valor estipulado foi de 4,5 mil kwanzas para uma refeição composta por um prato de sopa, o prato principal e a sobremesa. E 500 kwanzas de cada menu vendido são entregues ao organizador, que posteriormente endereça a totalidade das receitas a um determinado centro de acolhimento. A casa de caridade Dom Bosco foi a beneficiária da presente edição. 

Segundo a organização, durante a semana de implementação do projecto, os restaurantes participantes registaram maior procura, sendo o ‘Espaço Luanda’ o restaurante que mais vendeu. Ao todo foram mais de 800 menus, o que o levou a contribuir com cerca de 400 mil kwanzas. 

Assim como a organização, os restaurantes manifestam desejo de voltar a participar do evento marcado para o próximo ano, que se prevê venha a ocorrer com preços superiores aos deste ano. 

A LNL ganha com a publicidade das marcas que querem ver os seus produtos nos restaurantes subscritores do projecto. Por exemplo, na compra dos pratos listados no programa, o cliente beneficia também de uma taça de vinho da marca Nederburg, sul-africana que, normalmente, é parceiro do projecto. Esta, por sua vez, paga por fazer parte do menu.