Girabola Zap
Banco BAI
Em Benguela

Rede hoteleira regista quebra de 60 % das receitas

08 May. 2020 Economia / Política

O presidente da Associação dos Hoteleiros e Similares de Benguela, Jorge Gabriel, anunciou nesta quinta-feira, um prejuízo de cerca de 60% nas receitas devido à pandemia da covid-19.

Rede hoteleira regista quebra de 60 % das receitas

Segundo o responsável, que falava à Angop sobre o impacto da pandemia neste sector, a classe hoteleira é que mais ressente as consequências da doença, colocando em risco milhares de postos de trabalho.

“Não há grandes esperanças nem condições para que a classe volte aos números e ambiente de negócio do passado, num futuro breve”, afirmou.  

Jorge Gabriel apontou como uma das soluções para o resgate das empresas do sector passa pelo pagamento de pelo menos 50 por cento da dívida dos serviços prestados ao Estado, para que, brevemente, não se observe uma falência acentuada.

O presidente dos hoteleiros avançou que em Benguela, a dívida pública está acima dos 24 mil milhões de kwanzas, inserindo-se aí a dívida à rede hoteleira e similares.

Quanto aos empregos e salários dos funcionários, o responsável garantiu que estes estão salvaguardados, apesar de algumas empresas estarem a ponderar o encerramento definitivo, daí a necessidade de se criarem formas de se financiar e potenciar a classe, nomeadamente com isenções de impostos e segurança social.

Benguela possui 228 unidades hoteleiras, 91 restaurantes e 1329 similares, que empregam cerca de sete mil pessoas.

X