Banco BAI
Entre 10 e 14 de Dezembro em Singapura

Rubis moçambicanos rendem 71,5 milhões USD em leilão

17 Dec. 2019 Mundo

Um novo leilão de rubis moçambicanos, que decorreu em Singapura, rendeu 71,5 milhões de dólares à Montepuez Ruby Mining (MRM), anunciou hoje a empresa em comunicado.

Rubis moçambicanos rendem 71,5 milhões USD em leilão

"Dos 104 lotes disponíveis, 91 foram vendidos" [88%], pode ler-se no comunicado da MRM distribuído hoje à imprensa.

A MRM é detida em 75% pela Gemfields e em 25% pela moçambicana Mwiriti Limitada, que por sua vez é controlada por Raimundo Pachinuapa, um general veterano da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), partido no poder desde a independência.

O leilão decorreu entre 10 e 14 de Dezembro em Singapura, num evento que contou com a presença de perto de 53 empresas.

"A consistência da oferta e a confiabilidade do sistema de classificação da Gemfields continua a ser bem recebida pelos compradores", lê-se ainda no documento.

A MRM apresenta-se como a principal investidora na extracção de rubis em Moçambique, com cerca de 33 mil hectares de concessão em Montepuez, na província de Cabo Delgado, norte de Moçambique.

Este é o 13.º leilão que a empresa realiza desde Junho de 2014 e, como resultado, a MRM arrecadou 584,1 milhões de dólares em receita agregada.