CNE
Venda foi anunciada em Abril

Sonangol anuncia conclusão do processo de aquisição da Pumangol

16 Dec. 2021 Empresas & Negócios

A Sonangol anunciou hoje em comunicado a conclusão do processo de aquisição da Pumangol, conforme o processo iniciado em 16 de abril, com a venda das acções da empresa pública na Puma Energy à Trafigura.

Sonangol anuncia conclusão do processo de aquisição da Pumangol

Esta venda, anunciada em 16 de Abril, representou a alienação, para a empresa Trafigura, dos 31,78% da participação da Sonangol na Puma Energy, pelo valor de 600 milhões de dólares (501 milhões de euros).

"A saída da Sonangol da estrutura accionista da Puma Energy e a aquisição da Pumangol representam a concretização de um objectivo estratégico da Sonangol e um passo firme no programa de privatizações da empresa, bem como significa a aquisição de um reforço ao seu 'core business' de uma empresa rentável e com activos valiosos", salienta o comunicado da petrolífera estatal.

A Sonangol anuncia que "a conclusão deste processo seguiu os trâmites e aprovações regulatórias necessárias e representa a saída oficial da Sonangol da estrutura accionista da Puma Energy, com a qual a Pumangol e todos os seus activos passam a ser inteira e unicamente detidos pela Sonangol".

Com a aquisição, a Sonangol passa a deter a rede de retalho da Pumangol, composta por 79 postos de abastecimento de combustíveis, terminais aeroportuários em Luanda, Catumbela, Cunene e Lubango, o Terminal de Armazenamento do Porto Pesqueiro, na baía de Luanda, e a empresa Angobetumes.

"Para a Pumangol a conclusão do processo de aquisição representa uma angolanização total do seu accionista, da sua liderança e do seu pessoal", destaca a petrolífera.

"É o início de uma nova jornada onde o legado da era Puma Energy, alicerçado na sua experiência, continuarão a manter a Pumangol pujante e eficiente, adicionando qualidade e valor para o seu accionista, e continuando a prestar um serviço de excelência e uma gama de produtos de alta qualidade aos seus clientes", acrescentou a Sonangol na nota.

                                                                                             Lusa