Girabola Zap
Banco BAI
Empresa deve alienar cerca de 70 activos

Sonangol iniciou processo para privatização de empresas

31 Jan. 2020 Empresas & Negócios

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) anunciou esta quinta-feira, o lançamento do concurso público para “a alienação dos interesses participativos” que detém em sete empresas, todas no sector turístico.

Sonangol iniciou processo para privatização de empresas

Numa nota enviada à imprensa, a empresa avançou que, “no âmbito do Programa de Reestruturação e na sequência da aprovação pelo executivo do Programa de Privatizações (ProPriv), decorreu, de 20 de Dezembro de 2019 a 30 de Janeiro de 2020, o lançamento do concurso público para a alienação dos interesses participativos” em várias empresas.

Atlântida Viagens e Turismo Lisboa, Atlântida Viagens Luanda, WTA International, WTA Travel Agency Luanda, WTA Paris, WTA/ Houston Express e ITSS International Travel Services and Systems são as sete empresas incluídas neste concurso, sendo que todas se dedicam “à actividade de viagens e turismo e têm sedes em Angola, Portugal, Estados Unidos da América e França”, acrescenta o comunicado.

Na nota, a Sonangol acrescentou que irá, em breve, lançar os concursos públicos referentes “aos seus interesses participativos” nas empresas Sonaid — Serviços de Apoio à Perfuração, Sonasurf Internacional e Sonasurf Angola (operação e gestão de navios de suporte à actividade petrolífera), e Founton (gestão imobiliária), bem como no hotel Suíte, na Maianga.

No âmbito do Programa de Privatizações (ProPriv), que lista 195 empresas públicas para privatizar até 2022, a Sonangol deve alienar cerca de 70 activos, sendo que pelo menos 50 estão sob o controlo directo da administração da petrolífera.

A empresa enfrenta ainda um programa de reestruturação, através do qual adquiriu recentemente uma participação de 25% da brasileira Oi na angolana Unitel por 900 milhões de euros.