Girabola Zap
Banco BAI
Em Luanda

Transportes admitem apoio financeiro à TAAG

27 Apr. 2020 Economia / Política

O ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu, disse hoje, em Luanda, que está a analisar o apoio que será necessário prestar à TAAG, transportadora aérea nacional, juntamente com o Ministério das Finanças e o Executivo. 

Transportes admitem apoio financeiro à TAAG

Ricardo de Abreu, que falava à imprensa à margem da cerimónia de tomada de posse dos novos membros dos conselhos de administração dos Portos de Luanda e do Namibe, disse que está em análise “o apoio que é necessário dar à TAAG, quer do ponto de vista do seu saneamento financeiro, quer do ponto de vista da sua capitalização”.

O titular da pasta frisou que a TAAG é uma empresa estratégica para o país.

“Neste momento, o Estado preparou um pacote de medidas económicas para o apoio ao sector empresarial, seja ele público seja privado, temos estado a dialogar com as empresas do sector no sentido de assegurarmos que elas consigam ter acesso a esses recursos”, disse Ricardo de Abreu.

O governante destacou que o sector dos transportes é um dos que “mais severamente foi impactado com esta pandemia (covid-19)”.

“Estamos a falar nesta altura de termos completado os primeiros 30 dias do Estado de emergência e de confinamento, com limitações de mobilidade de todas as pessoas e obviamente que isto resulta numa redução significativa das receitas que eram captadas por parte dos operadores dos transportes e logística”, realçou.

Segundo Ricardo de Abreu, é preciso encontrar formas de apoiar estas empresas, porque os custos das mesmas permanecem constantes, do ponto de vista dos recursos humanos, do ponto de vista dos custos fixos operacionais.

“E precisamos, sim, de nos socorrermos desses apoios do Estado (…) para que as empresas sobrevivam e não haja despedimentos, não haja aqui um impacto transversal também ao sector”, frisou.

 

X