Banco BAI
De cinco mil milhões de euros

Ucrânia e FMI chegam a acordo para empréstimo

09 Dec. 2019 Mundo

A directora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, anunciou que a organização financeira alcançou um acordo com as autoridades da Ucrânia para um empréstimo de cinco mil milhões de euros em três anos, noticiou hoje a Lusa.

Ucrânia e FMI chegam a acordo para empréstimo

Num comunicado emitido na noite de sábado, após uma ‘chamada construtiva’ com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, a diretora-geral da instituição financeira sublinhou "a prontidão do FMI em apoiar a agenda política das autoridades para manter a estabilidade macroeconómica e levantar a economia" da Ucrânia.

Na nota, a directora-geral assinala que "os serviços do FMI alcançaram um acordo com as autoridades para as políticas que consolidam um acordo a três anos de quatro mil milhões de DES (direitos especiais de saque, a "moeda" da instituição, num valor equivalente a cinco mil milhões de euros) ".

O acordo tem agora de ser aprovado pelos gestores do fundo.

O comunicado não detalha de que forma serão utilizados os fundos a emprestar pelo FMI.

"Eu e o presidente concordamos que o sucesso económico da Ucrânia depende fundamentalmente do fortalecimento do Estado de direito, da melhoria da integridade judicial, da redução da importância dos interesses sociais na economia e que é o essencial para salvaguardar os ganhos tidos com a limpeza do sistema bancário", vincou a economista búlgara.

Zelensky, eleito em Abril, após ter feito o combate à corrupção uma das bandeiras da sua campanha, afirmou que o programa com o FMI vai permitir acelerar o crescimento ucraniano.