Girabola Zap
Banco BAI
Empresa com participação de Isabel dos Santos

Portugal garante adoptar “todas as medidas que forem necessárias para proteger” a Efacec

O secretário de Estado da Economia português classificou a Efacec como “estratégica” e afirmou que as questões em torno da participação de Isabel dos Santos levam a que o Governo português tenha “uma preocupação obviamente adicional com esta empresa”.

Portugal garante adoptar “todas as medidas que forem necessárias para proteger” a Efacec

Segundo o diário português, Jornal Económico, João Neves garantiu que o Governo está a acompanhar os desenvolvimentos em torno da Efacec e que irá adoptar “todas as medidas que forem necessárias para proteger” a empresa, que classificou de “estratégica para o país”. “É uma empresa estratégica e do lado do Governo adoptaremos todas as medidas que forem necessárias para proteger esta empresa”, prometeu o governante, numa audição, esta terça-feira, no parlamento português.

O secretário de Estado realçou que a Efacec é uma “empresa exclusivamente privada” e não existe “nenhuma intervenção pública no capital desta empresa no momento presente”, ressalvando que “devemos olhar para aquilo que é a Efacec no quadro de uma actividade privada com características normais”.

No entanto, reconheceu que “obviamente que temos claro e presente que em função das questões associadas a mais de 70% do capital da Efacec ser detido por empresas no âmbito da engenheira Isabel dos Santos, temos aqui uma preocupação obviamente adicional com esta empresa”.