Girabola Zap
Banco BAI
Alegações finais

MP pede entre sete e 10 anos de prisão no caso '500 milhões'

O Ministério Público pediu hoje penas de prisão não inferiores a sete anos para "Zenu" dos Santos e a 10 anos para o ex-governador do Banco Nacional de Angola, Valter Filipe, julgados no caso conhecido como "500 milhões".

MP pede entre sete e 10 anos de prisão no caso

O pedido foi feito pelo procurador-geral adjunto da República, Pascoal Joaquim, na sessão de alegações orais do julgamento do caso que envolve uma alegada transferência indevida de 500 milhões de dólares do Banco Nacional de Angola (BNA) para o exterior.

Para os arguidos António Bule Manuel, administrador do BNA, e Jorge Gaudens Sebastião, empresário, o procurador-geral adjunto pediu também penas de prisão efectiva não inferiores a sete e a 10 anos, respectivamente.

O Ministério Público (MP), que manteve a sua tese inicial de acusação, pediu a condenação de todos os arguidos, por considerar que ficou provada a intenção dos mesmos se locupletarem do dinheiro do Estado, pois "aproveitando-se das suas qualidades e funções agiram de forma consciente, voluntária e concertada".