Banco BAI
Quota de mercado de 35%

Seguros de saúde e de trabalho sustentam crescimento da ENSA

A seguradora ENSA anunciou que mantém uma quota de 35% no mercado, sendo os seguros de saúde, acidentes de trabalho e automóvel os que mais peso têm na carteira. A ENSA continua a liderar nestes três segmentos.

Seguros de saúde e de trabalho sustentam crescimento da ENSA

Neste período, a ENSA obteve prémios de 53 mil milhões de kwanzas registando um crescimento de 33%, apesar de ter menos apólices novas, que a seguradora justificou com os efeitos da pandemia.  

Em comunicado, a seguradora pública explica que teve ainda um resultado liquido de 1,68 mil milhões de kwanzas, um aumento de 150% em relação aos 667 milhões de kwanzas do período homólogo.

Os resultados são justificados pelo “ reflexo da implementação do Plano Estratégico ENSA 2020-2022, à medida em que avança o processo da sua privatização”, justifica a seguradora.

Houve uma quebra da taxa de sinistralidade de 44% em 2019 para 33% em 2020, e um aumento de 1% dos custos com sinistros “explicado essencialmente pelo impacto da inflação”.

Os custos técnicos da ENSA aumentaram 20% devido ao reforço das provisões e à abordagem “mais conservadora”. Os custos operacionais aumentaram 19% “por influência da reestruturação”, prevendo-se ainda assim que em 2020 fiquem abaixo do ano anterior.

 

X