Girabola Zap
Banco BAI

A era dos Trilionários?

20 May. 2020 Valor Económico Gestão

RIQUEZA. Foi-se o tempo dos milionários, o dos bilionários, é hora de o mundo ver trilionários. Jeff Bezos cuja fortuna antes da pandemia já se multiplicava anualmente a uma taxa de 34% está na ‘pole position’ para se tornar trilionário até atingir os 62 anos.

A era dos Trilionários?

Um divórcio estimado em 38 biliões de USD não constitui impedimento para o homem mais rico do mundo, com uma fortuna estimada em 143 biliões de USD, se tornar o primeiro trilionário da História. Jeff Bezos será trilionário até 2026, e empurrado pela pandemia, provavelmente mais cedo, já que a Amazon se tornou quase 30 biliões mais rica só no primeiro semestre do ano e já se estima que depois do corona saia a valer mais de 2 triliões de USD.

A projecção dos trilionários é da Comparisun que analisou as 25 maiores fortunas pessoais e estima que apenas 11 tenham o potencial de subir de nível para a casa decimal que usualmente só se aplica à divida pública das maiores economias do mundo.  Os bilionários que seguem Bezos são Xu Jiayin, o gigante do imobiliário e Jack Ma dono da Alibaba, que se tornará trilionário até 2030 com 65 anos. Dez anos mais tarde que Bezos, Mark Zuckerberg será o mais novo trilionário da História aos 51 anos de idade até 2036.

Para além das críticas do aproveitamento da pandemia à medida que as economias mundiais se afundam na recessão, e, da alegada falta de condições de trabalho dos funcionários da Amazon que se têm desdobrado em greves, a projecção suscita dúvidas a muitos cépticos, porque assenta na presunção de que o elevado crescimento da Amazon será sustentado durante muitos anos.

Para que a posição de 11% de Bezos o torne trilionário, a Amazon, de onde parte a sua fortuna pessoal, terá de chegar a um valor de mercado de 11 triliões de USD e à marca de 12,600 USD por acção (sendo que o valor actual ronda os 2,377 USD).

Em cenário de pandemia com o mundo a virar-se cada vez mais para as compras online, o cenário, que no ano passado parecia mais longínquo, pode estar bem mais próximo da realidade.