Este ano

Banco Nacional de Angola prevê inflação de 27%

O governador do Banco Nacional de Angola (BNA), José Lima Massano, afirmou hoje que a inflação acumulada deve atingir 27% no final do ano, estimando que só a partir de 2022 se registe uma inflexão desta tendência.

Banco Nacional de Angola prevê inflação de 27%

O anúncio foi feito após a reunião do comité de política monetária do BNA , em que o governador do banco central fez uma síntese da situação macroeconómica nacional e internacional e das perspectivas futuras.

Lima Massano indicou que as pressões inflacionárias se mantiveram no segundo trimestre, em níveis superiores a 25%, com a inflação a fixar-se nos 26,9% em Agosto, devido sobretudo à subida dos preços dos bens alimentares.

O governador do BNA estimou assim que a inflação atinja 27% no final do ano, havendo diminuição apenas a partir de 2022.

Ainda assim, Lima Massano considerou que as medidas tomadas têm sido as mais adequadas, pelo que se vão manter as actuais taxas de juro nos 20%, a taxa de cedência de liquidez nos 25% e a taxa de absorção de liquidez nos 15%.

O valor da taxa de inflação foi revisto em alta na ordem dos 19,5% contra os 18,7%, inicialmente previsto até ao final de 2021, de acordo com previsões do comité de política monetária do BNA.

 

 

 

X