EM AGOSTO

Índice de preços aumenta 2,3%

Índice  de preços aumenta 2,3%

O índice de Preços de Consumo Nacional registou, em Agosto, uma variação de 2,13% face ao mês de Julho, um resultado positivo que representa uma aceleração de 0,03 pontos percentuais. Homologamente, Agosto 2020 e 2021, o índice apresentou uma aceleração na variação de 0,30 pontos percentuais.

Zaire registou a taxa de variação mais acentuada com 2,31%, seguindo-se Luanda, Lunda-Norte e Huambo com, respectivamente, 2,30%; 2,30% e 2,21%. Seguiu-se o Kuando-Kubango com 2,11%. Na posição oposta aparecem Bié (1,93%), Moxico (1,96%), Cunene (1,97%), bem como os Kwanzas Norte e Sul com 1,98% cada um. 

Os dados constam da Folha de Informação Rápida, apresentada esta segunda-feira (13) pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE), documento que, desde Janeiro, apresenta uma nova estrutura de ponderação circunscrita no aumento de 370 bens e serviços para um total de 732 itens.

Segundo o INE, esta nova mudança impactou na estrutura de ponderação, o que permitiu agregar, nas classes de produtos, alterações nos respectivos pesos. A ‘alimentação e bebidas não alcoólicas’ passou de 47,11 para 55,67; a ‘habitação, água, electricidade e combustíveis’ passou de 10,77 para 5,38, enquanto o ‘vestuário e calçado’ passou de 6,39 para 3,55.

X