Girabola Zap
Banco BAI
HÁ 3 MESES NO HUAMBO

Empresa de microcrédito disponibiliza 25,5 milhões kz

MICROFINANÇAS. Empresa considera resultados “recordistas”, face ao desempenho tradicional do mercado, enquanto restrições do passado condionam vários operadores.

Empresa de microcrédito disponibiliza 25,5 milhões kz

A sucursal da Wiliete Crédito, no Huambo, concedeu, em três meses, 25,5 milhões de kwanzas em empréstimos, números que a empresa considera  “recordistas”, face ao desempenho tradicional do mercado.

Para Joaquim José Cussivira Ventura, coordenador da empresa no Huambo, o volume de crédito concedido é explicado, sobretudo, pela “fraca concorrência” e pelos “bons serviços”.

A empresa recebe diariamente entre 10 e 20 processos de solicitação de crédito, procura que deve elevar o número de clientes para 2,6 mil até Dezembro, sendo que a carteira vai incluindo, além dos tradicionais operadores do mercado informal, funcionários públicos e privados. A esse movimento acrescem-se as solicitações de administrações municipais no sentido da instalação de agências nas respectivas circunscrições.

Operadores consultados pelo VALOR referem que, geralmente, as empresas de microcrédito levam  muito tempo para colocar “montantes consideráveis” no mercado, face às restrições legais que existiam na concessão de pequenos empréstimos.

Até Agosto de 2019, as empresas só estavam autorizadas a emprestar até um milhão de kwanzas por cliente. O limite foi esticado para sete milhões de kwanzas, no entanto as empresas notam que as restrições do passado condicionaram a acumulação de fundos para fazer face à nova realidade, além de a procura ser coberta, sobretudo, por comerciantes informais.

A Wiliete Crédito é uma instituição financeira não-bancária com uma carteira de financiamento de 300 milhões de kwanzas, sendo que a taxa de juro está fixada em 10%.