Ao abrigo do Mecanismo de Financiamento Alargado

FMI desembolsa 487,5 milhões de dólares

O Conselho Executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou um desembolso imediato de direito especial de saque  de cerca de 487,5 milhões de dólares para Angola.

FMI desembolsa 487,5 milhões de dólares

O FMI concluiu a quarta revisão do programa económico de Angola, apoiado por um acordo alargado ao abrigo do Mecanismo de Financiamento Alargado", o que "permite um desembolso imediato de (...) 487,5 milhões, elevando o total dos desembolsos ao abrigo do acordo para (...) cerca de três mil milhões , pode ler-se no comunicado.

 O acordo alargado a três anos para Angola foi aprovado a 07 de dezembro de 2018, no montante de cerca de 3,7 mil milhões de dólares, para restaurar a sustentabilidade externa e fiscal, melhorar a governação, e diversificar a economia para promover um crescimento económico sustentável, liderado pelo sector privado.

 Aquando da terceira revisão, o FMI também aprovou o pedido das autoridades de um aumento de 765 milhões de dólares para apoiar os esforços das autoridades para mitigar o impacto da covid-19 e sustentar a implementação da reforma estrutural.

 Agora, o FMI salientou que "a natureza multifacetada do choque da covid-19 continua a ter um impacto negativo na economia e na população de Angola" e que "a produção e os preços do petróleo continuam fracos".

 

 

 

 

X