SUBSCRIÇÃO
A meta é Setembro

Grupo Carrinho estreia-se na bolsa sem dispersar acções

O grupo Carrinho vai lançar-se no mercado de valores mobiliários angolano a partir de Setembro, com a assinatura de um acordo com a Bolsa de Dívida e Valores de Angola (Bodiva) no dia 9, durante as celebrações dos seus 30 anos de existência, soube o Valor Económico.

Grupo Carrinho estreia-se na bolsa sem  dispersar acções

O grupo benguelense, que começou com uma cozinha que servia a construtora brasileira Odebrecht e que nos últimos cinco anos se transformou numa das mais fortes do ramo industrial, tendo inclusivamente adquirido o Banco de Comércio e Indústria(BCI), inicialmente não vai colocar nenhuma das acções à venda.

Fonte do grupo refere que não existe, por enquanto, previsão da venda da participação do grupo na bolsa. Entretanto, apesar do mercado accionista exigir transparência, a Carrinho nunca tornou públicos os seus relatórios e contas que, insistentemente, como tem referido, cumprem os procedimentos internacionais e que são auditados pela consultora Deloitte.

Para ler o artigo completo no Jornal em PDF, faça já a sua assinatura, clicando em ‘Assine já’ no canto superior direito deste site.