APP VE
No terceiro trimestre

Lucros de cinco bancos privados crescem 64%

BALANÇO. No global, cinco dos maiores bancos privados lucraram 243,7 mil milhões de kwanzas com, o Millennium Atlântico a registar o maior crescimento.

Lucros de cinco bancos privados crescem 64%

A soma dos lucros de cinco dos maiores bancos comerciais, no terceiro trimestre do ano, é de 243,7 mil milhões de kwanzas, representando um crescimento de 64% quando comparado ao resultado do trimestre anterior que foi de 147,9 mil milhões de kwanzas.

Segundo consulta do VALOR aos balancetes das instituições, o banco que menos contribuiu para o referido crescimento é o banco Sol, visto que ser a única instituição, cujos lucros cresceram menos de 50%, fixando-se nos 33,7% ao passar de 4,2 para 5,6 mil milhões de kwanzas.

No outro extremo, surge o Banco Millennium Atlântico. O resultado líquido da instituição que resultou da fusão, em 2016, entre o Millennium e o Atlântico cresceu 85% ao passar de 11,1 mil milhões de kwanzas para 20,6 mil milhões de kwanzas. Seguiu-se o crescimento do resultado do BIC que foi de 78,4%, passando de 23,7 para 42,3 mil milhões de kwanzas.  

O terceiro maior contributo foi do BAI, cujo resultado líquido passou de 56 para 101,2 milhões de kwanzas, ou seja um cresceu cerca de 55%.

Por sua vez, o quarto maior crescimento registou-se no BFA que terminou o período em análise com lucros de 73,9 mil milhões de kwanzas, equivalente a um crescimento de 54,9%  quando comparado ao segundo trimestre em que o valor se fixou em cerca de 47,7 mil milhões de Kwanzas.

Activo do BFA é o que mais cresce

Desempenho mais tímido registou-se a nível dos activos, que foi de 4,6%, passando de 7,3 para 7,4 biliões de kwanzas. Nesta rubrica, o maior crescimento foi do BFA, cujo activo passou de 1.831 para 1959 mil milhões de kwanzas, ou um aumento de 6,9%. Seguem-se os 5,4% do BAI que passaram de 2.148 para 2.265 mil milhões de kwanzas. Os activos do BIC, por seu lado, cresceram 4,7%, ao passo que os do Sol avançaram 3%. O banco de Fernando Teles e Isabel dos Santos viu os números dos activos passarem dos 1.387 para 1.452 mil milhões de kwanzas.