Anúncio de subscrição
Empresas tecnológicas lideram lista das remunerações

Pandemia põe mais dinheiro no bolso dos CEO

20 Apr. 2022 Valor Económico Gestão

SALÁRIOS. Mulheres não constam da lista dos 10 CEO mais bem pagos. Gestoras constam apenas dos 100, lideras pela CEO da Walgreens Boots Alliance, Rosalind G. Brewer.

 

Pandemia põe mais dinheiro no bolso dos CEO

A pandemia da covid-19 influenciou no aumento da remuneração dos CEO das maiores empresas norte-americanas, subindo no ano passado para 20 milhões de dólares, um aumento de 30,8%, face a 2020. A justificação é o facto de orientarem as empresas em tempos turbulentos.

Dos 100 CEO citados pela Equilar, os aumentos foram observados em todos os componentes de remuneração. O valor médio dos prémios em ações aumentou 22,7% em 2021, de 8,6 milhões de dólares para 10,5 milhões. Por sua vez, os bônus em dinheiro aumentaram 46,4% em 2021, de 2,8 milhões para 4,2 milhões.

Entre os 10 CEO mais bem pagos, destacam-se os das tecnológicas Intel, Apple e Microsoft. Curiosamente nenhuma mulher figura entre os 10 mais bem pagos. Estas somente aparecem na lista dos 100, mas só representadas por nove. A CEO da Walgreens Boots Alliance, Rosalind G. Brewer, é a 14ª CEO mais bem paga. Recebeu no ano passado 28,3 milhões de dólares.