Anúncio de subscrição
Dados do ine

Preços dos materiais de construção sobem cerca de 2%

Índice de Preços dos Materiais de Construção (IPMC) apresentou uma variação de 1,9% em Dezembro de 2021, em relação a Novembro, de acordo com Folha de Informação Rápida (FIR), publicada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Preços dos materiais de construção sobem cerca de 2%

O relatório refere que, nas variações homólogas, entre os grupos de materiais de construção, o de ‘madeiras e contraplacados’ foi o que registou maior aumento nos preços com 28,5%, seguidos das ‘vigas, ‘vigotas e ripas’, com 26,7%. Com os preços aumentados de 26,4%, estão os ‘materiais sintéticos’. ‘Alumínios’, com 26,0%, e ‘aço’, com 25,4%, estiveram entre os principais.

De acordo o INE, os grupos de materiais que mais contribuíram para a variação do IPMC de Dezembro estão em destaque o ‘aço, cimentos e aglomerantes’, com 0,6 pontos percentuais (p.p), ‘betão pronto’ com 0,3 pontos percentuais. Integram ainda a lista, o ‘alumínio’, com 0,2 pontos percentuais e ‘tubagem e acessórios de plástico’, com 0,1 pontos percentuais, sendo que os demais grupos observaram contribuições inferiores a 0,1 pontos percentuais.

PIB REGISTA CRESCIMENTO

O Produto interno Bruto (PIB) registou, na passagem do II para o III trimestre de 2021, crescimento de 0,5%. Em termos homólogos (intervalo de um ano), o III trimestre de 2021 face a igual período de 2020, o PIB cresceu 0,8 por cento. O INE realça que, no acumulado do ano até Setembro, o PIB apresentou crescimento de 0,04 por cento em relação a igual período de 2020.