Girabola Zap
Banco BAI

Produtores de petróleo: como sobreviver ao pesadelo?

30 Apr. 2020 Valor Económico Gestão

REAJUSTE. Servem para muitas outras empresas os conselhos de sobrevivência para a tempestade que grassa no multibilionário mundo da produção petrolífera, graças a uma conjuntura volátil de guerra comercial entre colossos (Arábia Saudita e a Rússia) e a uma baixa de procura sem precedentes graças à pandemia Covid19. Aconselham sobretudo ao modo de sobrevivência e equilíbrio entre o desinvestimento e a preparação para dias melhores que, na indústria petrolífera, já não se esperam este ano.

Produtores de petróleo: como sobreviver ao pesadelo?

Prioridade à liquidez

No imediato é preciso manter a empresa à superfície e em modo de sobrevivência. Isto significa em primeiro plano suspensão de investimentos de capital intensivo e foco na liquidez e no capital de giro. Porque os investimentos petrolíferos são geralmente fortemente financiados a gestão de créditos junto de credores é essencial e os contactos neste sentido devem começar mais cedo do que tarde, jogando na antecipação de vencimentos e nas possíveis e vantajosas reestruturações de dívidas.

Digitalização e cortes de pessoal e eficiência

A ineficiência tem um custo mais elevado em cadeias de produção complexas com diferentes áreas convergentes como é o caso das petrolíferas. O uso da tecnologia é instrumental para descobrir custos e consumos de tempo desnecessários bem como para planificação e gestão de agendas comerciais, de manutenção e de obrigações. E esta é sem dúvida uma altura de consolidação e transformação de custos fixos em custos variáveis com recurso a outsoursing e a redução de pessoal não essencial.

Tirar partido da volatilidade

Os preços baixos criam em primeira instância um sub-mercado com oportunidades de revenda de mercadorias que perdem valor para as empresas com capacidade de stokagem e de reconhecimento de clientes não convencionais com margens muitas vezes marginais, mas que criam alguma liquidez imediata. Outro possível mercado é a disponibilização de know-how específico a produtores ou consumidores com menos capacidades desenvolvidas e acostumados a outsoursing nestes sectores porque serão dos primeiros a sofrer cortes a nível de contratos e deixando um vazio que a sua empresa pode preencher. 

Capitalizar a renegociação de contratos

Os terremotos dos mercados dão geralmente azo a novos players e a oportunidades com novos horizontes para os que conseguem sobreviver ao caos. Faça o trabalho de reconhecimento do mercado e de antecipar o posicionamento dos concorrentes e a capacidade de resposta de uns e outros. Segundo os especialistas os contratos de fornecimento de gás já estão a ser reestruturados. Para estes e para os restantes uma boa estratégia nesta fase é a de ataque.

 

 

X