São Vicente deixa Standard Bank

São Vicente deixa Standard Bank

O empresário São Vicente “solicitou a suspensão imediata das funções de administrador não executivo do SBA”, segundo nota da instituição, que sublinha que a decisão serve para salvaguardar “a reputação e imagem do banco”.

A situação resulta do congelamento de 900 milhões de dólares de São Vicente na Suíça, por suspeita de branqueamento de capitais. Desconhecido até então, o caso passou a ser do domínio público, na semana passada, com a divulgação, por diversos órgãos de informação, da sentença das autoridades judiciais de Genebra, negando o recurso de São Vicente.

“A suspensão durará até à conclusão do processo”, informa o Standard Bank Angola, sublinhando que “o citado não participa na gestão executiva do banco”. E ainda que a instituição está “a trabalhar em articulação com o Banco Nacional de Angola”.

“O SBA pauta-se pelas mais elevadas regras de transparência e rigor, bem como observa os mais exigentes padrões de compliance e considera a sua reputação como o seu activo mais valioso”, escreve a instituição, acrescentando que continuará a acompanhar a evolução do processo.   

X