VDS

O reconhecimento – um pilar das organizações

10 Nov. 2021 Opinião
O reconhecimento – um pilar das organizações

 

O reconhecimento dos Colaboradores é um pilar fundamental nas Organizações e de uma liderança eficaz. Num mercado tão competitivo como o actual, em que a competição pelos talentos é forte, a forma como as organizações valorizam os seus colaboradores ganhou ainda mais importância.

Numa altura em que as relações profissionais são estabelecidas à distância, quer seja em formato permanente, quer híbrido, é fundamental que os líderes e as áreas degestão de pessoas, questionem se as práticas das suas empresas estão ajustadas a este formato de trabalho à distância. Nomeadamente na gestão e retenção de talentos, numa comunicação próxima, empática e transparente – o que, no final, se traduz, efectivamente, no reconhecimento dos colaboradores.

O reconhecimento, para além de um forte elemento de engagement, é também uma ferramenta que alavanca a motivação, o desempenho, a felicidade e bem-estar das pessoas no trabalho, e que, consequentemente, promove o aumento de produtividade. 

A criação de uma cultura de reconhecimento nas organizações desenvolve nas pessoas que delas fazem parte o sentido de valorização e realização, promovendo uma sensação de felicidade que se traduz em resultados para a empresa, através do seu empenho, lealdade e entrega. Existem dois vencedores nesta cultura reconhecimento – a empresa e o colaborador.

O reconhecimento que, muitas vezes, se pode traduzir numa recompensa monetária, seja através de um prémio, seja de um aumento salarial, deve manifestar-se também em algo mais simples (económico) e igualmente (ou mais) significativo – um feedback individual de agradecimento no momento certo, um elogio perante a equipa ou uma oportunidade para desenvolver competências. Mas fundamental, é que qualquer que seja o tipo de reconhecimento, seja um reconhecimento significativo para aquele colaborador.

Embora não exista um plano universal na criação de uma cultura de reconhecimento nas organizações, é necessário ter em conta alguns pontos:

Ser específico: o reconhecimento deve estar vinculado ao cumprimento de objectivos, para que mais facilmente se relacione o reconhecimento ao comportamento;

Usar o momento certo: quanto mais tempo passa, menor o impacto e significado. É importante criar sistemas que priorizam o reconhecimento dos colaboradores, para um impacto mais significativo;

Adequar a forma: é necessário ter uma perceção clara da forma de reconhecimento mais adequada ao ambiente de trabalho e a cada indivíduo;

Atenção a pequenos gestos: embora seja determinante reconhecer as grandes concretizações, os agradecimentos diários podem motivar os colaboradores tanto ou mais;

Visão geral: o reconhecimento ajuda os colaboradores a verem que a empresa os valoriza e como os seus resultados têm impacto no sucesso da organização.

Uma cultura de reconhecimento fortemente instituída numa organização traduz-se em resultados no desempenho e na produtividade dos colaboradores. O engagement é reforçado e reflectido nos valores e objectivos da empresa, assente num processo de comunicação claro e transparente e numa participação mais consciente nos objetivos e resultados da organização.

Patrícia  Vicente

Patrícia Vicente

Manager EY, People Advisory Services